Um projeto que une pessoas que têm um terreno ocioso com pessoas que querem aprender a plantar comida na cidade. Organizamos mutirões e implementamos novas hortas urbanas.

A grande disponibilidade de terrenos urbanos ociosos faz surgir a possibilidade de seu uso para a implantação de hortas urbanas. A entidade almeja, com esse projeto, gerar uma possibilidade de renda para os responsáveis pelas hortas, dado que seus produtos podem ser comercializados posteriormente. O modelo de agricultura orgânica também é favorecido, gerando alimentos saudáveis e favorecendo o consumo consciente fornecido por pequenos produtores. Por fim, realizamos a discussão sobre direito à cidade, tão necessária num contexto em que há vários terrenos ociosos que poderiam ter usos muito

mais benéficos para o conjunto da sociedade.

O projeto propõe um chamado para cadastro de terrenos urbanos ociosos e de voluntários/as dispostos a neles trabalhar em mutirões e/ou na manutenção das hortas. Foi desenvolvido um sistema de pontuação da qualidade dos terrenos que leva em consideração critérios com qualidade do solo, incidência de sol, presença de entulho e outros que nos permitem escolher qual terreno será mais adequado para receber uma horta urbana. Também é considerado o consentimento do dono do terreno e a disponibilidade de pessoas que manterão a horta para além do mutirão de implantação.

Selecionados os terrenos, é chamado um mutirão de implantação inicial onde se limpa o terreno e trabalha-se o solo para, por fim, realizar o plantio. Contou-se com a grande presença de voluntários nestas ocasiões. A manutenção das hortas fica a cargo de parceiros não necessariamente vinculados à Veracidade que recebem assessoria técnica dos membros da associação. Serão realizadas oficinas abertas e vivências sobre técnicas sustentáveis nos terrenos, contando com a presença dos responsáveis e abertas aos interessados.